Qual é a sua proposta de valor?

Dia desses li o artigo do Herton Escobar no Estadão que trazia uma “provocação do cineasta Fernando Meirelles, no Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação.”

Segundo o autor, Meirelles proferiu a frase “Atenção cientistas: Ninguém liga pro seu sapo!” para falar sobre a dificuldade dos cientistas de se comunicar com o público sobre temas como biodiversidade e mudanças climáticas. Ainda segundo o autor “para Meirelles, os pesquisadores precisam deixar os números de lado e aprender a contar histórias: “O que pega as pessoas é o recado emocional. Se o sapinho não tiver nada a ver comigo, não me interessa.””

Pegando carona neste artigo, ao longo deste um ano e meio de Escola Pro-Fissa, é exatamente isto que estamos observando acontecer a com muitos profissionais, empresas e setores da economia.

Grande parte não está sabendo se comunicar com o seu público, ou como falamos nos nossos cursos, não sabem fazer uma proposta de valor.

O motivo pelo qual isso acontece é porque muitos sequer sabem definir ou dizer quais são os valores que os movem ou movimentam suas empresas e setores.

Assim como os cientistas, se estas pessoas não se capacitarem de que o que vendem é para atender as necessidades do seu público e não a sua necessidade, a tendência continuará a ser a da insignificância, do baixo reconhecimento e da baixa remuneração/ganho!

Se por acaso você quiser discutir sobre esse meu ponto de vista, podemos nos encontrar em uma turma do Pro-Fissa, o convite está feito.

eugenio_do_val

Eugênio do Val

Diretor de Marketing Escola Pro-Fissa

Publicitário e CEO do Grupo Produção Coletiva Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *